Apoio do governo chileno reforça internacionalização do Mestrado Profissional do CPDOC

Sex, 10/02/2017

O Mestrado Profissional em Bens Culturais e Projetos Sociais da Escola de Ciências Sociais da FGV (CPDOC) recebeu um importante reconhecimento internacional. O Consejo Nacional de la Cultura y Las Artes, órgão que cumpre a função de Ministério de Cultura no Chile, concedeu apoio financeiro à pesquisa desenvolvida pela aluna Isidora Rivas.

Sob orientação do professor João Marcelo Maia, os trabalhos centram-se em reflexões sobre arte, gestão e democratização dos espaços urbanos através do Grafiti. Isidora, que é chilena, analisa particularmente a experiência da cidade de Valparaíso, em seu país natal. A mestranda diz ter escolhido o CPDOC para desenvolver suas reflexões “por contar com um programa de pós-graduação que permite articular meus interesses como artista, gestora e investigadora”.

Dentre as 258 propostas recebidas na Chamada 2017, o Consejo Nacional chileno selecionou apenas 49, incluindo o pedido apresentado por Isidora. Para o coordenador do Mestrado Profissional do CPDOC, o professor Alexandre Moreli, “trata-se de um forte reconhecimento vindo tanto de Isidora como do governo chileno de nosso esforço coletivo em aumentar a internacionalização do programa, atraindo alunos e apoio de fora do Brasil”.

Para mais informações sobre o Mestrado Profissionalacesse o site.

|

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede