EAESP oferece curso em Quito como parte do Global Network for Advanced Management

Sex, 11/11/2016

A Escola de Administração de Empresas de São Paulo da FGV (EAESP) participou do curso “Resiliência urbana: complexidade, estruturas colaborativas e desafios de liderança”, oferecido pelo Global Network for Advanced Management (GNAM). Além da EAESP, mais de 20 estudantes e docentes de diversas universidades da rede GNAM (University of British Columbia, Yale University, University of Califórnia Berkeley, INCAE-Costa Rica, PUC-Chile e EGADE México) participaram do projeto. O GNAM trabalhou em parceria com a cidade de Quito e a organização 100 Resilient Cities, da Fundação Rockefeller, reunindo praticantes das áreas de negócios, do governo e da sociedade civil para discutir temas ligados a resiliência urbana.

O esforço colaborativo do GNAM representa um aprendizado em nível global para estudantes a fim de prepará-los para os complexos contextos de liderança. Tais contextos são considerados como questões difíceis e complexas, envolvendo diversos investidores e interessados – em negócios, no governo e na sociedade –, cada um com suas particulares, dificuldades e motivações.

O curso foi dividido em encontros online semanais para preparação e discussão da pesquisa e uma semana intensiva em um estudo de campo em Quito, no Equador. Na ocasião, os estudantes estiveram envolvidos em quatro projetos nas áreas de transporte, uso da terra, revitalização urbana e conservação da biodiversidade. Durante o período de estudo de campo do estágio, também participaram de sessões da Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável (Habitat III).

Rodrigo Parra, estudante do Programa de OneMBA da EAESP, participou do curso do GNAM e falou sobre o projeto. “Foi uma experiência muito boa, um grande desafio. Tivemos a chance de construir uma rede nós mesmos, conhecer pessoas incríveis de todo o mundo e ver como problemas locais são tão complexos. Acredito que o curso me deu muita experiência e eu vou levar tudo o que aprendi por toda a minha carreira”, concluiu.  

|

                                                                                                                                                                 

Educação Executiva Presencial, Customizada e a Distância

                                                                                                                                                70 Anos FGV            FGV Notícias         FGV News