FGV estreita relações com instituições de Moçambique

Ter, 28/03/2017

Em missão à Moçambique, o professor Marcus Vinicius Rodrigues, do Núcleo de Cooperação com África e Portugal (NuCAP) da Diretoria Internacional (DINT) da FGV, foi recebido pelo ex-presidente de Moçambique, Joaquim Chissano, primeiro chefe de estado do país após a independência. A missão no país africano teve como objetivo principal prospectar novas oportunidades de negócios e analisar possibilidades de parcerias.

Além do líder nacional, Marcus foi recebido por importantes personalidades do poder executivo de Moçambique, dentre eles, pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, pelo Ministro da Economia e Finanças, Rogerio Nkomo, pela Ministra da Administração Estatal e Função Pública, Carmelita Namashulua, e pela Ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Dias Diogo.

Duas outras reuniões que merecem destaque, e que apresentaram potenciais oportunidades de negócios para a FGV, foram realizadas com o Presidente do Tribunal Administrativo, Machatine Munguambe, que tem como equivalente no Brasil o Tribunal de Contas da União, e com a Presidente da Autoridade Tributária de Moçambique, Amélia Nakhare, entidade moçambicana equivalente a Receita Federal no Brasil.

Segundo o professor Marcus, a FGV poderá realizar importantes parcerias com instituições moçambicanas para programas de formação, e outros serviços, em um futuro muito próximo.

“As bases e acordos, nesse sentido, foram estabelecidos. Como parceiro local, para operacionalização dos futuros projetos em Moçambique, a DINT/NuCAP vai ter a parceria e apoio institucional do Instituto de Governação, Paz e Liderança – IGPL, suporte de formação executiva da Fundação Joaquim Chissano”, destacou.

|

Portal FGVENG

Escolas FGV

Acompanhe na rede